terça-feira, 19 de outubro de 2010

Sentimentos Reprimidos*


Sinto que as pessoas nesta época julgam muito pela aparência e idade,
 já não há justiça, muitos mentem, muitos não perdoam...
Sei que pode parecer que não sei nada sobre a vida por ser nova, 
mas sei muito mais do que muita gente da minha idade...



Eu posso parecer que não sei o que faço. Que sou uma completo idiota e que não sei nada sobre a vida, mas eu não sou assim. Todos nós temos as nossas facetas. Todos temos as nossas dificuldades e tristezas, as felicidades e boas memórias. 


Por mais novos ou inexperiente que sejamos, queremos uma coisa em comum. Uma coisa que todos deviasmos dar e receber com abundância.Uma coisa que todos desejamos com cada pedaçinho do nosso coração. Essa coisa é AMOR. Sim, amor.Pode parecer absurdo, mas é a pura e dura verdade. 


Todos queremos sentir desejados e amados. 

Todos queremos alguém para nos ajudar nos maus momentos. 
Todos queremos o que por vezes não precisamos.

No nosso aniversário, por exemplo, quando vemos todas aquelas pessoas presentes não pensamos. 
Não pensamos que essas são as pessoas que nos querem ver felizes.  
Que nos querem ver sorrir sempre. E que nos estão sempre lá a apoiar. 
Mas mesmo assim, quando apagamos aquela vela de aniversário, pedimos uma coisa da qual não tem lugar na nossa vida.  Uma coisa que não temos. Uma coisa que desejamos. 


Hoje acordei do meu sonho. 
Notei que aquilo que eu sempre desejei 
esteve sempre ao meu alcance. 
Que quem sempre precisei esteve sempre lá. 
E de aquilo de que andava á procura... 

Bem isso, eu sempre o tive! 

Nunca penso no futuro - ele já chegará. (Albert Einstein)

2 comentários:

  1. mas ke textos mai lhindos.
    tanta dedicatoria e nunhuma tem o meu nome .....
    :(

    mas eu axo ke o fundo e bonito, a dona deste blog tambem e linda. mas enfim...


    txi love you minha lindonah :* bju0 do tamanho do mundo

    ASS: Igor Rodriguez

    ResponderEliminar

Posts Mais Vistos: