quarta-feira, 17 de junho de 2015

Review | "Highlander - Para além das Brumas" {de Karen Marie Moning}

(Todas as versões que encontrei da mesma capa do livro.)
 Sinopse: 

Um Laird fascinante

Ele era conhecido por todo o reino como Açor, lendário predador de campos de batalha e alcovas. Não havia mulher capaz de recusar o seu toque, mas mulher alguma lhe fizera jamais estremecer o coração — até uma vingativa fada trazer Adrienne de Simone, aos trambolhões, da Seattle dos tempos atuais para a Escócia medieval. Cativa num século que não era o seu, ousada até mais não, sem papas na língua, ela era um desafio irresistível para o conquistador do século XVI. Coagida a casar-se com Açor, Adrienne jurou mantê-lo à distância — mas a sua doce sedução devastou tal resolução. 

Uma prisioneira no tempo 
Ela tinha um perfeito "não" nos seus perfeitos lábios para o famigerado laird, mas Açor jurou que ela haveria de sussurrar o seu nome com desejo, implorando a paixão que ele ansiava por inflamar dentro dela. Nem mesmo as barreiras do tempo e do espaço o deteriam na conquista do seu amor. Apesar da sua incerteza quanto a seguir os impulsos do seu coração apaixonado, as reservas de Adrienne não igualavam a determinação de Açor em mantê-la ao seu lado… 




 Opinião: 
Antes de mais tenho de dizer que peguei neste livro sem ter muitas espetativas e sem saber muito sobre o livro para além da sinopse (que não revela grande coisa), sinceramente não esperei nada que este livro fosse assim tão bom! que me transportasse numa viagem cheia de aventuras, angustias (algumas vezes fiquei irritadíssima) e suspance!
Dei 4 estrelas (porque houve uma parte que pessoalmente me irritou senão dava 5). 

1) Linguagem e Formato:

  • A letra legível (nem muito pequena nem muito grande) e tendo em conta que li em formato livro de bolso acho que isso é muito bom (assim não esforçamos os olhos).
  • A linguagem está muito acessível, entende-se tudo e é muito engraçado em partes!!

2) As Personagens e a história:
  • Adrienne de Simone - Uma mulher forte e independente do século XX que é levada para o século XVI para servir que pião no jogo da vingança de Adam Black contra o famoso galã Açor. 
    • Amei:
      • saber do passado dela (o porquê dela odiar tanto "homens belos");
      • a sua personalidade teimosa e "cabeçuda"!;
      • a forma como ela lidou com os homens a tratarem como se ela não fosse nada (a cultura imensamente sexista do séc. XVI);
    • Moonshadow / Moonie (a gatinha) - Adrienne não vive sem a sua gata, que honestamente nem parece ligar muito à dona heheheh ^.^
    • Marie  - A empregada doméstica que se torna a confidente de Adrienne.
    • Eberhard Garrett - O ex-noivo de Adrienne (não contarei mais senão estraga o livro).
  • Sidheach Douglas (Açor) - O lendário predador Açor do século XVI que ficamos a conhecer melhor ao longo deste livro.
    • Amei:
      • A personalidade dele: teimoso, persistente, apaixonado, romântico, "predador", tem um sentido de humor super engraçado!!.
      • Aprendemos que ele é muito mais do que dizem por aí e que ele tem sentimentos e sonhos maravilhoso!
    • Lydia Douglas (mãe de Açor) - Ela é uma doce de pessoa e adoro-a completamente mesmo! (não digo mais!)
    • Tavis MacTarvitt (o cozinheiro) - oh a história deste misterioso homem é simplesmente linda! (não contarei mais senão estraga o livro) mas posso dizer que a cumplicidade dele com a Lydia demonstra que há ali algo mais...
    • Grimm Roderick (melhor amigo de Açor) - No fim do primeiro capítulo é ele quem pede um desejo para Açor ao ver uma estrela cadente e pede que ele se apaixone por uma mulher perfeita teimosa e linda que lhe diga não.
    • Olivia Dumont - A ex-amante forçada de Açor, ela é tão chata e inoportuna! >.<

  • Os Ciganos - de certa forma são uma grande parte desta história de início ao fim.
    • Esmeralda (Zeldie) - A mulher prometida a Açor desde que eram pequenos (e antes do Rei obrigá-lo a casar com a Janet Comyn) mas por quem nunca teve interesse.
    • Rushka - velho (nos dois sentidos) amigo de Açor que lhe conta tudo sobre  quem realmente é Adam Black...
  • Rei Finnbheara - É o rei dos fae ("conjunto de seres sobrenaturais dotados de poderes mágicos, como as fadas, os duendes, os elfos, etc" - Nota da tradutora do livro) que sente ciúmes de Açor e que ao longo da história percebemos porquê que sente tanta raiva dele.
  • Rainha Aoibheal - É a rainha dos fae e apesar de descreta e quieta é quem tem maior poder sobre os humanos (quem pode interferir) e quem manda.
  • Adam Black (o bobo) - De certa forma é o pião do rei Finnbheara
  • Os Comyn 
    • Janet Comyn - a mulher com quem o rei iria obrigar Açor a casar mas o pai (o sr Comyn matou-a por razões que eu não entendi) e então Adrienne a substitui e tem de fingir ser ela.
    • Senhor Comyn (pai) - é um homem imensamente bruto! detestei-o.


 CONCLUSÃO:  
Amei a história toda, a química entre Adrienne e Açor, os amores secundários, o suspanse todo, a história que Açor conta a Adrienne sobre as águias... e quero continuar a ler a série!! *0* RECOMENDO!




Sem comentários:

Enviar um comentário

Posts Mais Vistos: