sexta-feira, 24 de maio de 2013

Aquela Praia Deserta...

Estava ali sentada na areia de uma praia deserta, olhando para as ondas cinzentas e ligeiramente agitadas, sem pensar em nada que não fosse as ondas cinzenta. Senti algo tocar-me nas costas muito levemente, virei-me e dei de caras com um Ser de estrutura magnificamente imaculada quase perfeita...Ele estendeu-me a mão como que me convidando para dançar a valsa. Observei a sua mão seguidamente a sua face voltando novamente a olhar para a mão. Estendi o meu braço hesitando antes de agarrar na sua mão. A sua mão estava quente e agarrara na minha mão de forma delicada mas firme. O seu olhar brilhante fixava-se no meu, convidando-me a confiar nele, e assim o fiz. Sorri, parecia que lhe conhecia a uma eternidade... Deixo-me guiar por ele até ao mar, que agora já se acalmara um pouco, entrando pelas ondas a dentro. Soltou-me a mão e sorriu convidando-me, novamente com o olhar, para lhe seguir o ritmo enquanto nadava. Ele nadava de forma tão graciosa e descontraída que nem parecia humano. Desajeitada tentava acompanhá-lo e assim que apanhei o geito esqueci-me completamente dos meus stresses, problemas, ansiedades e medos.
Após nadarmos durante algum tempo regressamos à praia e senta-mo-nos lado a lado na areia maciça. Ao lado daquele Ser misterioso estava um cesto de piquenique repleto da minha comida favorita. Ele abre o cesto e de lá pairou o cheiro do seu conteúdo deixando-me com água na boca. Em seguida ofereceu-me um Oreo. Agradeci, peguei na bolacha e dei uma dentada, até parecia que era a primeira vez que estava comendo aquele tipo de bolachas! 
Assim que paramos de comer levanta-mo-nos e ficamos frente a frente. Sorriu ternamente para mim e senti-me a corar. O quê que quereria aquele ser de mim? Estendeu a mão e colocou uma madeixa de cabelo atrás da minha orelha. Com a outra mão puxou-me para o seu peito envolvendo o meu corpo num quente e doce abraço. Depois, vagarosamente, largou-me sorrindo e fez uma vénia. Ri e corei simultaneamente fazendo também uma vénia. 
E assim Ele se afastou de mim tão subitamente quanto apareceu...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Posts Mais Vistos: